Acontece:
Translate:





Untitled document

 

“Mini” ou Máster

(Pastoral – Dezembro de 2013)

 

Ministro (mini) ou máster (mestre)? A ideia de Servo na Bíblia é não somente aquele/a que serve, mas de escravo, que não têm direitos e nem vontade própria.

O Senhor Jesus quebra um grande paradigma, quando chama de amigos/as aqueles/as que deveriam ser tratados como servos/as.

Creio que pensar na ideia de ser servo amigo de Jesus é algo maravilhoso. Aleluia!

É muito interessante notar que, no Antigo Testamento, quando lemos o relato sobre o ministério de louvor e adoração na casa do Senhor Deus em I Crônicas 25. 6 a 8, percebemos que o ministério era composto por 280 homens (280 é um múltiplo de 7) e que havia 3 líderes (Asafe, Jedutum e Hemã) que estavam sob autoridade direta do rei. E aí no versículo 8 diz assim: “Deitaram sorte para designar os deveres, tanto do pequeno como do grande, tanto do mestre como do discípulo”.

A ideia de grande e de pequeno (menor) sempre está presente na Bíblia e me parece que Deus tem uma “queda” pelo pequeno, o menor. Ou o menos provável na hora de sua escolha.

No nosso mundo, sempre o maior é o mais importante. Merece honras e privilégios.

Mas no Reino de Deus, Jesus diz que é diferente: O Máster (mestre) serve o “mini” e o “mini”, o servo, é o maior.

“Levantou-se entre eles uma discussão sobre qual deles seria o maior. Mas Jesus, sabendo o que se lhes passava no coração, tomou uma criança, colocou-a junto a si e lhes disse: Quem receber esta criança em meu nome a mim me recebe; e quem receber a mim recebe aquele que me enviou; porque aquele que entre vós for o menor de todos, esse é que é grande”. Lucas 9.46 a 48

“Mas o maior dentre vós será vosso servo. Quem a si mesmo se exaltar será humilhado; e quem a si mesmo se humilhar será exaltado”. Mateus 23-11 e 12.

“Quem é, pois, o servo fiel e prudente, a quem o senhor confiou os seus conservos para dar-lhes o sustento há seu tempo”?

“Bem-aventurado aquele servo a quem seu senhor, quando vier, achar fazendo assim”.

 “Em verdade vos digo que lhe confiará todos os seus bens”. Mateus 24. 45 a 47

O mais importante não é ser o discípulo ou mestre, servo ou senhor, mas ser fiel ao Senhor.

Vivemos uma grande crise de caráter, não só no mundo, mas no meio do povo de Deus.

Há uma “teologia” que não é bíblica, da propriedade.  Que aquele que deveria ser o “mini”, servo de todos/as tem que ostentar riquezas para demonstrar que o Senhor provê riquezas, com um propósito não muito santo, de convencer as pessoas a dar mais dinheiro para a igreja, quando o correto seria, sendo mestre, ensinar os princípios bíblicos dos dízimos, ofertas e semeaduras. Ensinar que no Reino de Deus, tudo deve ser de todos e que o Senhor não tem preferência por filhos/as e nem faz acepção de pessoas.

A ideia de servidor, como o relacionamento de  Josué e de Moisés, os servidores do templo (Neemias 7.46) é o mesmo principio de ministério do Novo Testamento. Aquele/a que está disponível ao Serviço. Sempre disponível, foi separado, chamado para isso, como, Paulo expressa em I Coríntios 9.13 e 14: “Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho”.

Somos uma igreja de discípulos/as e mestres, mas todos/as somos servos uns dos outros e do Senhor.

Nós servimos a um Deus vivo e verdadeiro, recebemos as ferramentas do Espírito Santo (I Coríntios 12 – 7 a 11), sem as quais, tudo que fizermos no ministério, será limitado à capacidade humana.

“Não fomos chamados/as para fazer coisas fáceis ou difíceis, mais impossíveis”!Só com o poder e os dons do Espírito Santo seremos de fato servos/as Fiéis.

 

Carlos Alberto Tavares Alves

                                             Bispo Missionário

Região Missionária da Amazônia




Boletim Missionario -

Busca de Conteúdos no Portal

Encontre
Igrejas e Pastores

Pesquise também:

Versículo do Dia

Meu pacto com ele foi de vida e de paz; e eu lhas dei para que me temesse; e ele me temeu, e assombrou-se por causa do meu nome.


MALAQUIAS 2.5

Boletim Eletrônico
Informe seu nome e e-mail para receber nosso boletim eletrônico.
Nome:
E-mail:
Região Missionária Amazonica - Rua Afonso Pena, 1161 - Nossa Senhora das Gracas - Porto Velho - RO - CEP 76804-120 - Fone: 69 3229.2150
Desenvolvido por: